Criminalística de Alagoas conclui exame em arma que matou delegado de Sergipe

Por: Folha de Sergipe - Polícia - 17 de agosto de 2016 - 6:44 - Sem Comentários

download (3)A chefia de Perícias de Balística do Instituto de Criminalística de Alagoas concluiu o exame de confronto microbalístico para saber de que arma foi disparado o tiro que matou o delegado Ademir Melo, responsável pela delegacia do município de Estância, em Sergipe, durante tentativa de assalto ocorrido no dia 12 de julho.

Responsável pelo exame, o perito criminal Ricardo Leopoldo explicou que o estado vizinho não possui perito na área de balística e, por conta disso, a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa, da Polícia Civil de Sergipe, solicitou ao IC de Alagoas a realização do exame. Para isso, foi apresentado um revólver, onze cartuchos de munição apreendidos com um suspeito e um projétil de arma de fogo encontrado na cena do crime.

“Trabalhei no caso durante 24 horas. Do total de onze cartuchos enviados, três foram usados para a produção de padrões que foram utilizados para comparar com o projétil que transfixou o corpo da vítima. Após realizar o exame de natureza, eficiência e microcomparação balística, conclui-se que o projétil que matou o delegado foi propelido pela arma apreendida com o suspeito”, afirmou o perito.

Moradores da região relataram que o delegado passeava com o cachorro próximo a sua residência quando foi abordado por dois homens em uma moto que efetuaram três tiros contra o delegado.

O laudo, composto de oito páginas e contendo oito fotografias, já foi encaminhado para o delegado Jonathas de Oliveira, responsável pelo caso.

Deixe seu comentário!

Para: Criminalística de Alagoas conclui exame em arma que matou delegado de Sergipe