Em julho, repasse do FPE para Sergipe caiu 9,1%; queda no Fundeb de 29,3%

Por: Folha de Sergipe - Variedade - 16 de agosto de 2016 - 16:34 - Sem Comentários

1410201517504Análise realizada pelo Boletim Sergipe Econômico, parceria do Núcleo de Informações Econômicas (NIE) da Federação das Indústrias do Estado de Sergipe (FIES) e do Departamento de Economia da UFS, com base nos dados da Secretaria do Tesouro Nacional (STN), indicou que o repasse do Fundo de Participação dos Estados (FPE) para o estado de Sergipe, no sétimo mês do ano, alcançou pouco mais de R$ 162,3 milhões, registrando retração de 9,1% em termos reais (descontando a inflação, medida pelo Índice Nacional de Preço ao Consumidor Amplo-IPCA), em comparação com o mês de julho de 2015. Em relação ao mês imediatamente anterior, junho último, as transferências apresentaram retração de 27,9%.

Com os dados de julho, as transferências acumuladas do FPE, para Sergipe, superaram R$ 1,5 bilhão, registrando retração de 10,1%, em termos reais, em relação aos primeiros sete meses do ano passado.

Repasse do FPM

O repasse a todos os municípios sergipanos, através do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), somou R$ 98,7 milhões no mês analisado, registrando aumentos de 19,9% em relação ao mesmo mês de 2015 e em relação ao mês anterior, junho último.

De janeiro a julho, o repasse do FPM acumulou mais de R$ 603 milhões, assinalando queda de 8,4%, em relação ao mesmo período do ano passado, em termos reais.

Repasse do Fundeb

Para o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (FUNDEB) as transferências ultrapassaram os R$ 35,1 milhões, no mês analisado, marcando retração de 29,3%, em relação ao mês imediatamente anterior, junho de 2016. Na comparação com julho do ano passado, houve retração de 25,1%, em termos reais. Considerando os primeiros sete meses do ano, o repasse do Fundo está 14,4% menor que o do mesmo intervalo de 2015.

Deixe seu comentário!

Para: Em julho, repasse do FPE para Sergipe caiu 9,1%; queda no Fundeb de 29,3%