Entrevista com Ver. Elmo Paixão

Por: Wilker Lima - "Sergipano" - 19 de novembro de 2017 - 22:07 - Sem Comentários

Entrevistado da Semana VEREADOR ELMO PAIXÃO (PR)
Nossa Senhora do Socorro/SE  –  e-mail: elmopaixaovereador@hotmail.com

Vereador Elmo Paixão

#OPARLAMENTAR

Sergipano: Mora na cidade que foi eleito? Se SIM, há quanto tempo?
EP:
Sim, à 20 anos.

Sergipano: O que te motivou nessa decisão de representar o povo pela segunda vez na câmara?
EP:
O reconhecimento da população, em especial dos meus eleitores, como também a vontade de sempre querer fazer mais em prol do nosso município.

Sergipano: Você acredita que os votos obtidos em cada legislatura representam uma satisfação positiva do povo com a sua postura e ações parlamentares?
EP:
Sim, é através da votação que usamos de parâmetro para saber se o trabalho está no caminho certo.

Sergipano: Quantos votos obteve em cada legislatura?
EP:
Na primeira 1.943 votos. Na segunda 1.847 votos

#ATUAÇÃO

Sergipano: Participa de comissões na câmara de vereadores? Quais?
EP:
Não

Sergipano: Você tem algum projeto de lei que considera de grande importância em tramitação ou já aprovado para a cidade?
EP:
Participamos diretamente de várias emendas de projetos. Particularmente tivemos um que garante estacionamento privativo para mulheres gestantes ou com crianças de colo nos bancos, shopping, repartições públicas. Está em tramitação em nossa assessoria 2 projetos de grande valia para nosso município que serão apresentados no primeiro semestre de 2018.

Sergipano: Como é realizado o atendimento à população?
EP:
todos os dias em meu escritório e terças e quintas na câmara de vereadores.

Sergipano: Quantas pessoas atende em média por mês e quais as principais reinvindicações das mesmas?
EP
: Centenas. No momento primeiramente é a procura por oportunidade de emprego, em seguida saúde pública.

Sergipano: Já realizou alguma enquete para saber a opinião da população sobre assuntos pertinentes ao município?
EP:
Na nossa caminhada diária fazemos essa pesquisa, principalmente em época de eleição. É através dessas informações que criamos nossa frente de trabalho, dando prioridades aos maiores conclames da população.

Sergipano: Participa de fóruns ou grupos de discussão sobre as problemáticas da população e/ou possíveis soluções para a cidade?
EP:
Participo de todas as audiências públicas ou tribunas livres a qual sou convidado. No geral, participo de reuniões em associações comunitárias.

#TRANSPARÊNCIAPÚBLICA

Sergipano: Como você avalia o trabalho do legislativo e do executivo municipal em relação aos meses de janeiro/2017 a novembro/2017?
EP:
Avalio que o legislativo vem desempenhando um trabalho responsável e comprometido com o interesse social. Em relação ao executivo, o mesmo tem buscado meios alternativos de driblar a crise. Destacou-se inicialmente na área social a qual estava totalmente parada; na educação aumentou a qualidade de ensino, merenda escolar e números de matrícula. No primeiro ano geralmente é planejamento para colher frutos nos anos subsequentes.

Sergipano: A população de Socorro não tem obtido êxito nas solicitações via ofícios protocolados na câmara. O que pode ser melhorado e como analisa a transparência da Câmara?
EP: Em relação às solicitações é direito de cada cidadão requerer documentos ou qualquer informação de ordem pública. Referente à transparência da câmara vejo com bons olhos, sendo elogiado inclusive pelo tribunal de contas como um dos melhores do estado.

Sergipano: Em relação a transparência da prefeitura, o que você sugere para melhorar o acesso do cidadão às contas públicas?
EP:
O portal de transparência é uma ótima ferramenta para acompanhar os gastos públicos. Além disso, sugiro que a população participe e acompanhe todos os atos da administração pública.

Sergipano: Qual o seu pensamento sobre a LAI (Lei de Acesso à Informação)?
EP:
É uma lei importantíssima que veio reforçar e garantir um direito que todos os cidadãos tinham, mas na prática encontravam grandes dificuldades.

 

Por: Wilker Lima

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe seu comentário!

Para: Entrevista com Ver. Elmo Paixão