Seleção Brasileira Olímpica dá vexame, empata com Iraque, e torcida ironiza pedindo ‘Marta’

Por: Folha de Sergipe - Destaque Geral» Esporte» Slide - 8 de agosto de 2016 - 12:17 - Sem Comentários

20160808002152713529eOs torcedores que compareceram no Mané Garrincha na noite deste domingo viram mais uma péssima atuação da Seleção Brasileira nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro e não pouparam vaias para Neymar & Cia. E foram justas. Com um futebol abaixo da crítica, o Brasil ficou no empate sem gols com o modesto Iraque e corre o risco de ser eliminado ainda na fase de grupos.

 

Sem ganhar e sem marcar sequer um gol nos dois jogos realizados até aqui, o Brasil tem apenas dois pontos e divide a vice-liderança do Grupo A com o Iraque. As duas seleções têm campanhas idênticas. A liderança está com a Dinamarca, que somou quatro pontos, enquanto a África do Sul tem apenas um ponto e amarga a lanterna.
QUE HORROR
A torcida brasileira e os jogadores levaram um susto logo aos 11 minutos, quando Ismail cobrou lateral para dentro da área, Weverton saiu errado e Abdul-Raheem cabeceou na trave. A seleção não conseguia oferecer perigo e o público esboçou as primeiras vaias aos 20, até que Neymar arriscou de fora da área e mandou por cima do gol, assim como Attwan.

Depois disso, o Brasil acordou e chegou a marcar aos 28, mas a arbitragem assinalou impedimento de Neymar antes de Gabriel completar para o gol. Na sequência, Zeca fez boa jogada individual e finalizou rasteiro. Meio sem jeito, Hameed espalmou para escanteio. Aos 32, Gabriel bateu forte e a bola passou por todo mundo. Na segunda trave, Rodrigo Caio tentou de carrinho e não conseguiu completar.

 

O Brasil seguia tomando conta do jogo e assustou em finalização colocada de Gabriel Jesus. O camisa 11 precisou de duas oportunidades e viu a bola passar raspando a trave. Jesus voltou a ficar perto de marcar pelo alto, mas a cabeçada saiu para fora. Jogadores dos dois times se estranharam nos minutos finais depois de uma falta cometida em cima de Neymar. Aos 43, Renato Augusto soltou a bomba e a bola explodiu no travessão.

Após o apito do árbitro, os jogadores brasileiros foram bastante vaiados pelos torcedores que compareceram ao Mané Garrincha. O principal alvo foi Gabriel Jesus, tanto que Renato Augusto saiu abraçado ao atacante para evitar maiores críticas.

VAIAS MERECIDAS
Precisando da vitória, o Brasil voltou do intervalo com uma mudança – Luan no lugar de Felipe Anderson – e passou a jogar com quatro atacantes. Aos nove minutos, Rogério Micale colocou Rafinha no lugar de Gabriel Jesus, que deixou o campo debaixo de muitas vaias. A torcida perdeu rapidamente a paciência com o péssimo futebol apresentado pela seleção.

Muitas vaias eram escutadas no Mané Garrincha e os principais alvos eram Renato Augusto e Neymar. Aos 19, Gabriel recebeu lançamento do camisa 10 e cortou um adversário, mas na hora da finalização pegou muito mal. Na sequência, Luan chutou de fora da área e Mohammed Hameed defendeu com segurança.

Aos 32, Thiago Maia arriscou de longa distância e o goleiro do Iraque espalmou para escanteio. Nem esse lance animou os torcedores. Na melhor oportunidade, William recebeu lançamento e tocou na saída do goleiro. Com o gol aberto, Renato Augusto chutou por cima, desperdiçando uma chance incrível.


PRÓXIMOS JOGOS

As duas seleções voltam a campo na próxima quarta-feira pela última rodada. O Brasil enfrenta a Dinamarca, às 22 horas, na Arena Fonte Nova, em Salvador. No mesmo horário, o Iraque tem pela frente a África do Sul, na Arena Corinthians, em São Paulo.

Deixe seu comentário!

Para: Seleção Brasileira Olímpica dá vexame, empata com Iraque, e torcida ironiza pedindo ‘Marta’