SOBRE A ENERGISA: A vida por um fio

Por: Folha de Sergipe - Variedade - 7 de Fevereiro de 2018 - 13:34 - Sem Comentários

A vida por um fio

Antonio Carlos Garcia, jornalista

Por dois “longos” dias, o cidadão não pagou a conta da energia elétrica da residência e, como um raio, o setor de cobrança da Energisa lhe enviou um comunicado alertando que os registros indicavam que o pagamento da fatura estava em aberto e, delicadamente, lhe diz que se não for pago em 15 dias, haverá o corte do fornecimento. A concessionária está no seu direito: comprou tem que pagar. Ao mesmo tempo dois cidadãos foram, literalmente, cortados por fios de alta tensão da empresa que não teve a mesma velocidade para detectar problemas em sua rede.

Pois é. A eficiência que a empresa tem para cobrar do usuário, pois detecta rápido que a conta está em atraso, deveria existir, também, para protegê-lo. Mas isso não existe e o que se vê depois são lamentações pelas vidas ceifadas e nada mais. Junto com os eletrocutados, vão-se seus projetos, seus sonhos, seus desejos.

Deixe seu comentário!

Para: SOBRE A ENERGISA: A vida por um fio